CULTURA, ARTES E ESPETÁCULOS

                                   TEATRO



Da infância humilde em Taubaté, ao posto de rainha da televisão brasileira. Hebe Camargo ganha, merecidamente, uma homenagem neste musical, baseado na biografia escrita por Arthur Xexéo.
“HEBE-O MUSICAL”, tem mais de 21 atores em cena e conta a escalada profissional e os amores que passaram por sua vida. 
Carol Costa é Hebe, criança e adolescente. Débora Reis vive a estrela na fase adulta e maturidade. 
O espetáculo tem direção de Miguel Falabella.
Teatro Procópio Ferreira. Rua Augusta, 2.823. Quinta e sexta, 21h; sábado, 17h e 21h; domingo, 18h. Até 17/12.



“SÍNTHIA”, peça ambientada durante a ditadura militar e que narra a história de uma mãe e o filho caçula que, aos 50 anos, se assume como mulher.
O texto aborda a incapacidade do ser humano em aceitar o que não se conhece. Recebeu duas indicações ao Prêmio Shell.
Kiko Marques, autor e diretor, interpreta o protagonista e recebeu o prêmio APCA 2016, na categoria melhor direção. O elenco tem ainda Henrique Schaffer, Alejandra Sampaio, Denise Weinberg, Virgínia Buckowski e mais.
Instituto Capobianco. Rua Álvaro de Carvalho, 97. Segundas e terças, às 20h e 22h45m. Até 19/12.



Uma mulher negra faz abordagem de vários temas, entre eles, o diálogo, a imagem social e a recusa da existência de diferenças na sociedade. “PRETO”, peça apresentada pela Companhia Brasileira de Teatro. Graça Passô e Renata Sorrah no elenco. Escrita e dirigida por Márcio Abreu.
Teatro Sesi Campo Limpo. Rua N.S do Bom Conselho, 120. Quinta a sábado, 21h; domingo, 18h. Até 17/12



No palco, oito atores-cantores, acompanhados por piano, contrabaixo e percussão. fazem uma revisita ao universo do banda ícone do rock mundial: “BEATLES NUM CÉU DE DIAMANTES”. Entre os maiores sucessos: Let it Be, Lucy in the sky with Diamonds, Come Together. Dirigido por Charles Moëller e Cláudio Botelho.
Teatro Folha. Avenida Higienópolis, 618. Sexta, 21h30m; sábado, 20h e 22h; domingo, 20h. Até 17/12.



Há 65 anos estreava um dos mais celebrados filmes do cinema, “CANTANDO NA CHUVA”. O sucesso, agora, está no palco, onde Cláudia Raia e Jarbas Homem de Mello, revivem os papéis de Jean Hagen e Gene Kelly. 
Um grandioso espetáculo consagrado pela crítica e público. 30 atores e 14 músicos compõem o elenco. Direção de Fred Hanson.
Teatro Santander. Av. Pres. Juscelino Kubistchek, 2.401. Quinta e sexta, 21h; sábado, 17h e 21h; domingo, 16h e 20h. Até 17/12.